domingo, 11 de agosto de 2013

Eu gosto


Gosto desses cantos, os escondidos, até dos proibidos. Gosto dos labirintos, de encontrar as saídas íngremes para a felicidade...

Gosto das variantes que a gente vive a cada dia. Gosto das possibilidades de poder refazer, às vezes até "resser", como que passando a existir de novo, do zero.

Gosto dos sorrisos apaixonados, da timidez safada e da falta de roupa... Gosto da emoção dos altos e baixos do amor.

Gosto desses caminhos, tão incertos, do meu coração!

Gosto de provar o café e sentir o sabor da companhia, que está aqui, ou que poderia estar. Relembrar. Ou desejar. Eu gosto disso. Do gosto, do aroma e das ideias. Que me traze um café.

E nada vai apagar as memórias e as vontades de tudo aquilo que eu gosto!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Páginas