domingo, 11 de agosto de 2013

Inesquecível


Ainda sinto o gosto do mel
que tocou minha língua
no entardecer do dia
e que me fez esquecer
dos papeis sobre a mesa
dos monstros nas gavetas
e dos fantasmas de outrora

Ainda sinto o vento do caminho
que já anunciava o perfume
da noite ao seu lado
daquele abraço apertado
do carinho e do toque
e do beijo apaixonado

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Páginas