quarta-feira, 6 de outubro de 2010

Eu vou de Dilma presidente

Olá, amigos e amigas.

Quando eu lhes envio algum texto sobre a Dilma pedindo votos, estou me dispondo ao debate político - tão necessário para a manutenção e, mais que isso, para o fortalecimento da nossa democracia. Como vocês veem, eu proponho debates de ideias, não de ataques pessoais, de ofensas e nem mesmo de palavrões. A política deve se dar no campo das ideias, de propostas e não levar em conta a dor do cabelo, da pele, por exemplo.

Fico triste quando vejo pessoas bem instruídas, como educadores, advogados e médicos esbravejarem aos quatro cantos que o Lula dá vale coxinha, vale vagabundice e vale não-sei-lá-o-que, mas como vivemos num meio democrático e de liberdade de expressão, cada um pode dizer o que quiser (pena não terem nenhum interesse em saber como funciona os programas do governo federal - uma vontade de permanecer ignorante por puro preconceito contra Lula e contra o PT?). Entretanto, não vejo os eleitores do Serra defenderem as ideias dele, os projetos que ele apresenta ou mesmo o que ele faria diferente ou melhor que o Lula que mudaria o Brasil para uma das mais importantes potências do mundo. A única coisa que os eleitores do PSDB fazem é esbravejarem que odeiam o PT, o Lula, a Dilma e tudo o mais. Será que essa raiva toda da política está ajudando em alguma coisa? Vivemos em SP, todo mundo reclamando, mas continuando votando no PSDB pro governo estadual. A educação pública de 5ª série ao Ensino Médio está boa em SP? A saúde pública pra quem não tem UNIMED está boa em SP? Bom, se os eleitores do Serra sequer usam desses serviços públicos, claro que não sabem da nossa realidade, vivendo num mundo fantasioso pintado de azul, já que disseram que o mundo da Dilma é cor-de-rosa. Deveriam pensar que vale coxinha é o que o governo de SP dá pros professores, porque com o valor de vale alimentação, a única coisa que conseguem almoçar é uma coxinha por dia! Deveriam pensar que 40% dos professores da rede pública estadual são temporários, e isso quer dizer o seguinte: esses 40% se revezam todos os dias em diferentes salas, matérias, escolas, não havendo uma sequência de programa. Peço aos educadores com formação de peso, como mestrado, que me expliquem melhor os prejuízos que esse sistema de substituição e troca diária de professores pode trazer ao ensino básico e suas consequências no futuro dos jovens que acabam não sendo formados em sua plenitude como cidadãos. Não vale pensarmos na educação infantil nessa discussão, porque o ensino infantil e fundamental até a 4ª série é municipalizado (com exceção de poquíssimas escolas estaduais, acho que 2, em Marília que cuidam do ensino de 1ª a 4ª série). O grande debate é da 5ª série ao Ensino Médio.

Gostaria que os amigos eleitores, militantes e simpatizantes do Serra me dissessem os bons projetos dele no governo de SP e, mais que isso, as propostas que ele tem para o Brasil. Por que eu o vejo fazer promessas genéricas: mais, saúde, mais educação, mais isso, mais aquilo; mas isso até o Tiririca fez...

Vou falar de um modo superficial para, em outra oportunidade, aprofundar: sobre o aborto: a Dilma nunca disse ser a favor do aborto. Ser a favor do aborto é dizer: gostaria que as mulheres continuem abortando. Ela jamais disse isso. O debate que ela coloca é sobre a legalização do aborto, sobre o acolhimento da mulher que aborta, porque depois do aborto a mulher ainda precisa de cuidados médicos, pois corre risco de infecção que pode levar à perda do útero, por exemplo, e pode levar à morte também. Isso porque o aborto é feito em clínicas clandestinas ou comprando remédios abortivos no camelô (ontem mesmo, 05/10, uma mulher dizia para uma amiga minha estava indo comprar o Citotec pra fazer aborto). O aborto existe independente de qualquer coisa, da minha ou da sua vontade, da Dilma ou do Serra querer que ele exista. A Dilma propõe o cuidado da mulher que faz o aborto, não incentiva o aborto. Cuidar da mulher é cuidar da vida humana. Cuidar é dar valor à vida.

Vou falar rapidamente sobre o Bolsa Família: ao contrário do que muitos pensam, esse programa de transferência de renda não é um vale pra ninguém mais trabalhar, mesmo porque o valor do benefício não é suficiente para isso. Para a maioria. Porque existia muita gente que nem o mínimo pra comer tinha, e o Bolsa Família proporcionou que essas pessoas deixassem a miséria extrema e pudessem viver com o mínimo do mínimo de dignidade. Só os elitistas que tem barriga cheia e comida 3 vezes (pelo menos) por dia acham que o governo está dando esmola pro povo. Isso é egoísmo, porque vivemos em sociedade e o Brasil é uma sociedade. O que me parece é que estão querendo fazer um movimento separatista, isolando o Estado de SP do resto do país, é isso? Se é isso, cadê a democracia? É claro para todos que existe muita gente passando fome ainda, mas é mais claro ainda que com o Lula mais gente deixou a miséria do que com o FHC-Serra. Não percebem? É por isso que a Dilma é candidata: pro Brasil seguir mudando.

Sobre saúde pública: vou detalhar apenas uma questão, o SAMU: o SAMU é bancado 50% pelo governo federal em todos os municípios que o possuem. Vários Estados bancam 25% ficando ao município a responsabilidade de 25% dos custos do SAMU. Em SP, o "mais rico", o que "mais trabalha", o governo do PSDB - Alckmin e Serra - não investe NEM 1 CENTAVO no SAMU, sobrando para os municípios arcarem sozinhos com 50% desse custo. O argumento do Serra durante a campanha e nos debates foi: o governo de SP investe nos pronto-atendimentos. Agora é que a coisa complica: em Marília o HC aumentou ou reduziu os atendimentos do pronto-atendimento? Até onde eu saiba, o HC reduziu o atendimento ao público para apenas urgências e emergências, transferindo, MAIS UMA VEZ, para o município a responsabilidade de atender a população. Espera, cadê o investimento que o governo do Serra está fazendo para justificar o não investimento no SAMU? Ao que me parece, o governo estadual de SP do Serra e do Alckmin deixou Marília e o Estado carente duas vezes: não investe no SAMU nem nos pronto-atendimentos. E agora? Quero argumentos que digam e provem que isso é tudo mentira minha e que sou um apoiador de vagabundos. Estou esperando ARGUMENTOS, projetos e ações, nada de invencionices e de esbravejadores sem conhecimento da complexidade do nosso país.

Vou falar rapidamente da imposição que o governo Lula conseguiu: o Brasil é um país respeitado em termos de relações internacionais em todos os continentes do mundo! Coisa que nem o dr. pós-graduado na França, sr. FHC, conseguiu fazer. O Brasil é um dos mais importantes articuladores internacionais. Seja para mediar problemas na América Latina, no Oriente Médio, é o pragmatismo, a ideia de resolver na conversa, no diálogo que coloca o Brasil atualmente como um forte país político em todo o mundo. Mentira minha? Não, observem os principais jornais do mundo, saindo um pouco do eixo Folha-Estadão-Veja-Globo: The Financial Times, El País, Le Monde, e muitos outros periódicos do mundo todo. Fica a pergunta: por que o mundo todo reconhece os avanços em nosso país, nossa importância como potência econômica e política no mundo, menos os elitistas brasileiros? Inveja do metalúrgico sem formação que fez isso? Dor de cotovelo porque o dr. pós-graduado na França não conseguiu isso? Ou apenas preconceito?

Pra finalizar, respondendo aos que perguntem "o que a Dilma tem a ver com o sucesso do Lula no governo?", digo o seguinte: ela foi "apenas" a Ministra Chefe da Casa Civil, ou seja, ela "simplesmente" coordenou todos esses avanços do país, todos esses programas sociais que deram essa nova classe média e esse tom desenvolvimentista ao nosso país. Ela tem experiência de gestora pública e política. Agora, tem a experiência eleitoral de 46% dos votos válidos no seu primeiro pleito, contra os 32% do já experiente candidato Serra, que não sai dessa porcentagem desde 2002, quando perdeu a eleição para o Lula.

Espero que possamos manter o nível educado, inteligente e com argumentos, além de podermos fazer a oposição, a comparação entre os governos FHC-Serra e Lula-Dilma. Mas eu quero que os tucanos me apresentem os projetos e ações do Serra e do FHC, não apenas digam: o Lula faz isso, não faz aquilo. Por favor. Discussão inteligente!

Abraços, Will
Twitter

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Páginas