quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Um conto tenso

Dia tenso naquele escritório cheio de rotinas. Todos trabalhando, concentrados. Vez por outra um motivo de risada, discreta.

Pausa para um café: vão à padoca... Sentam-se em uma mesa, pedem um café e proseiam. Enquanto isso, entram na padoca dois amigos negros, que são bem atendidos. Pedem algo para levar e logo se vão, após pagar a conta.

Aquele grupinho de amigos do escritório logo se põe a falar dos amigos que se vão:

-Já reparou que quando um branco chama um negro de negão ele é racista, mas quando um negro chama uma branca de branquela ou um loiro de alemão, aí pode?

-É mesmo. No fundo, isso é porque os negros tem preconceito contra eles mesmos. Eles não se aceitam!
Aí vieram os causos. Um disse:

-Meu primo chama todo mundo de negão, e um dia ele falou pra um cara isso e o rapaz foi tirar satisfação, ao que o meu primo disse baixinho no ouvido dele: você é um preto safado e fedido mesmo! - E ele continuou: meu primo disse isso e o cara afinou e foi embora de cabeça baixa.

O outro concordou com isso e assumiu:

-Sou racista mesmo e falo que sou - ao que outro concordou com a teoria do preconceito que os negros reclamam, e os branquelos não se ofendem por serem branquelos ou alemães...

Um deles falou sobre um caso que o professor dele contou na aula:

-Um cara, de calça larga, boné de skatista, etc. foi conhecer a família da namorada, rica... Quando o pai viu "quem" era o rapaz, quando a filha saiu da sala, o pai falou: 'você tem 5 minutos pra sumir da minha frente!'.
O pessoal concordou com isso, dizendo que o cara deveria ter se vestido melhor pra se apresentar à família da namorada. Um deles discordava dessa forma de pensar, porque o cara tinha uma vida em determinada comunidade e que aquela era a forma dele se vestir. Foi "massacrado" verbalmente pelos amigos, que disseram que o cara tinha que saber se vestir. Ele repetiu que aquela era a forma dele se vestir e ouviu:

-Então ele que procurasse outra pessoa pra namorar, da comunidade dele...

E o que tentava desfazer essa situação respondeu:

-Então você está propondo a separação do mundo entre os ricos e os pobres! - Ao que ouviu:

-Não é separação, é que os ricos precisam dos pobres e os pobres, dos ricos; tem que haver um equilíbrio que tem que ser mantido...

Ele disse que discordava dessa forma de pensar e se recolheu.

Bom, esse era o nível das conversas por lá. E o politizado estava ilhado...

Um dos caras disse que tinha essas discussões nas aulas de sociologia da facul que ele começara e que ele respeitava a formação do professor, mas que ele tem suas opiniões formadas e que ninguém iria mudar isso, que ele tinha os preconceitos dele, que todo mundo teria lá no fundo preconceito etc. Disse que respeitava os negros, os gays, as lésbicas, e que isso não interfere em nada (desde que não façam nada pra ele!).

---
Enfim, esses são alguns dos brancos católicos com quem convivemos...
Quanto amor de Cristo no coração de todos. Aleluia! Amém! Pro Brasil seguir separando: "eles" lá, e "nós" aqui! Amém!
E eles batem no peito que são religiosos, devotos, que agradecem todos os dias pelas graças que tem. Esquecem-se de amar ao próximo como a si mesmos. Esquecem-se do que o padre diz toda missa: O amor de Cristo nos uniu...
Esse meu comentário é sobre alguns hipócritas religiosos. Não vale pra quem não se enquadra nesse perfil.

Um comentário:

  1. Este teu post é dilacerante e revela toda hipocrisa presente a sociedade. O q fazer? compactuar com ela? Ou ser um solitário nas ideias? Vivo a me perguntar isso...E qdo encontro respostas agradeço ao acaso por ter pessoas como vc em minha vida.
    O problema do preconceito é a violência q tá agregada nele. É um dos tipos de violência mais terriveis...Não aceitar pelo simples fato da pessoa ser diferente, demonstra a demencia da nossa sociedade. Respeitar as diferenças é uma dadiva. O problema do preconceito p mim, depois dos ultimos fatos na midia esta numa palavra chaamdo ACESSO...Ninguém tolera q os seus desiguais tenho isso...E qdo se fala em cristãos, quem é a maior dessiminadora de preconceitos que temos, mas até que as midias massivas. A BIBLIA. Portanto, o discurso cristão me causa pena...porque ninguem é melhor que ninguém. Tão dificil p pessoas entenderem isso, né? q pena.
    Amei seu texto...Vc escreveu com tanto sentimentalismo...To digerindo até agora seu email...
    Te adoro, Beijos

    ResponderExcluir

Páginas