domingo, 26 de junho de 2011

Me liga!

Após o sinal, deixe seu recado.

-To na rua tomando uma cerveja e me pergunto por que to pensando em você e te ligando agora. Acho que to a fim de você, mas nem sei mais o que fazer com isso dentro de mim. O máximo que consigo de você é um "quem sabe né". Fazer o quê? Esperar um amor pra me aquecer no inverno recém-chegado. Nem sei mais se devo pedir pra você me retornar essa ligação... Já pedi tantas vezes pra te ver, e você nem aí pra mim. "Vamos sair qualquer dia" é outra constante nessa inconstância que vivo louco por você. Eu sempre espero esse dia qualquer chegar, esse quem sabe ser conhecido. Esperar... Apostar... Conquistar.... Não sei como posso te conquistar, o que tenho que fazer, desaprendi essas coisas, sei lá. Você não ajuda, não dá uma dica, não me diz se realmente ta a fim de mim ou não... Você está saindo com outro cara e ta me enrolando, me mantendo como step caso algo não dê certo por lá? Ou apenas não tem pressa que as coisas aconteçam? Ou apenas não sabe o que quer da vida? Ou não sabe se de fato eu te interesso? Ah... Tudo bem, vai, vou deixar de ser tão chato e pegar no seu pé assim, estou me irritando comigo mesmo. Mas é que sua evasividade me deixa transtornado, aí eu bebi e como to sempre pensando em você, resolvi te ligar. E aí, mais uma vez, não te consigo, falo dessa vez na caixa postal. Ontem eu falei pro vento... 

Atenção: seus créditos acabaram! Faça uma recarga pra continuar falando.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Páginas