domingo, 8 de setembro de 2013

As gavetas

Abrir as gavetas e encontrar as memórias perdidas entre tantos papeis velhos, entre tantos clips enferrujados. Abrir as gavetas e ver o que nem mais se lembrava ter existido. Abrir as gavetas e resolver as pendências que duraram anos. Abrir as gavetas e ver as anotações na agenda, como um diário dos sentimentos, dos compromissos desmarcados e dos encontros selados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Páginas