domingo, 8 de setembro de 2013

Sem Esperança

Vou dizer sobre o fim
da vida,
que é o fim de todos;
a morte da menina
de nome Esperança.
Vou cantar um verso torto:
chegou ao fim;
caminhão, passe por cima
de mim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Páginas